30 de janeiro de 2006

Mais algumas Googlices

Além dos serviços de busca, o Google oferece uma quantidade crescente de programas e serviços, dos mais profissionalmente relevantes aos puramente entretidos.

O pacote gratuito Google Pack traz diversos programas computacionais -- navegador Firefox, barra do Google para o navegador, organizador de fotos Picasa, mapas do Google Earth, Adobe Acrobat, protetor de tela, anti-vírus Norton, anti-spyware Ad-Aware, reprodutor de mídia Real Player, programa de troca de mensagens e voz Google Talk e outras coisinhas mais. Cada usuário pode determinar os programas que quer incluir no seu pacote, e o programa de instalação o mantém a par de atualizações.

Além da enorme utilidade do serviço de e-mail Gmail (gigante, rapidíssimo, maravilhosamente organizado e organizável, excelente para manejar listas de tradução e manter backups), da revolução Orkut (agora otimizada pelo Google) e do Blogger (este provedor gratuito e simpático de blogs), meus serviços favoritos do Google são o Google Scholar, serviço de busca especializado em artigos acadêmicos, e minha última aquisição, o Google Reader, que mantém e atualiza conteúdos gerados em XML e afins.

Explico melhor este último. Se você, como eu, há tempos vinha se perguntando que diabos são uns links que têm aparecido em vários sites, dizendo "syndicate this site", "RSS", "Atom", uns ícones que dizem "+Yahoo", "+Google" e coisas do gênero, isso significa que fornecem esse tipo de conteúdo em XML e afins. (No caso deste blog, por exemplo, há dois links no menu à direita, acima, que oferecem meios e códigos para "assiná-lo".) Diversos programas ou serviços oferecidos em sites (como o Google Reader) indexam esses sites. Então, você pode ir "assinando" ("syndicating") através deles os sites que você costuma visitar e que são atualizados freqüentemente, como os de notícias e blogs. Uma vez coletados, basta você acessar um só lugar (o tal programa ou serviço de sua escolha) para ler todos eles e se inteirar de todas as atualizações feitas, sem precisar ficar navegando por sites e mais sites para ver se há alguma novidade ou procurando um determinado conteúdo. O visual e as funções oferecidas pelo Google Reader são bem parecidos aos do Gmail, o que é um atrativo a mais para os já familiarizados com as ferramentas Google.

Mais serviços e ferramentas do Google

O "laboratório" do Google, onde vão nascendo as novidades

Na nossa profissão, muito literalmente, tempo é dinheiro -- tempo de digitação, de envio e recebimento de arquivos, de pesquisa e de aquisição de informações -- e o Google tem nos ajudado a economizar muitas horas preciosas.

2 comentários:

Milady Carol disse...

Eu, que além de tradutora sou coordenadora de projetos, não sei como vivi tanto tempo sem o Google Desktop... para achar uma referência, uma palavra, um número de arquivo, um termo, tudo organizadinho por pasta, por tipo de arquivo, é uma maravilha. Meu namorado (jornalista) e eu somos devotos de São Google!

Carol disse...

É verdade, tem o Google Desktop. Não experimentei ainda porque vi discussões controversas sobre a segurança deste aplicativo. Aparentemente, assim como ele permite que você veja ao mesmo tempo o conteúdo do seu computador e da Internet, ele também poderia facilitar a entrada de hackers no nosso computador. O mesmo boato correu estes dias sobre a Google Toolbar. Por outro lado, muita gente usa tudo isso sem nenhum problema.