27 de janeiro de 2006

Pesquisas especiais do Google

O Google é um dos grandes amigos do tradutor (e por muitos chamado carinhosamente de "Tio Gugo"). Mas nem todos sabem que, além dos recuros de busca e pesquisa avançada iguais aos de muitos outros mecanismos de busca, o grande diferencial do Google para os tradutores são os recursos especiais.

Por exemplo, para encontrar a definição de qualquer palavra, basta digitar na caixa de busca "define" (sem as aspas) e em seguida a expressão para a qual se quer encontrar definições. Eu tenho meus dicionários preferidos que sempre consulto primeiro, mas o Google freqüentemente me salva quando há uma expressão ou muito técnica ou idiomática. A última que procurei foi dita por um personagem de The West Wing, que diz: "We're taking our licks early." Ele estava falando de campanha política e não fazia nenhum sentido para mim. Mal sabia eu que era uma expressão de beisebol. Fui no Google e digitei: define "take one's licks". Bingo. Dúvida resolvida em frações de segundo.

O Google também calcula. Calcula muita coisa, inclusive conversões de medidas e moedas. Basta digitar o que precisa ser calculado ou convertido diretamente na caixa de busca. É preciso aprender alguns comandozinhos, mas só para exemplificar:
É possível ainda restringir a busca a assuntos ou produtos específicos, como livros, filmes, música, notícias, tipos de arquivo, imagens, etc.

Tudo isso e muito mais está explicado só no site em inglês, aqui. E para quem tem alguma dificuldade em obter resultados precisos, vale a pena confirir as instruções básicas para pesquisar de forma mais eficiente, aqui.

Boa pesquisa!

_____________

Adendo tardio: Encontrei mais dicas neste outro blog.

2 comentários:

Carol disse...

O último link fornecido nesta mensagem leva à página de suporte do Google em português. Ali, nesta seção, o tradutor aprende outra lição importantíssima: quando surgir uma dúvida que você quer que o cliente resolva, nunca envie a dúvida no corpo da sua tradução, mesmo que você pense que ela está suficientemente destacada em negrito e com uma longa seqüência de pontos de interrogação, pois o cliente pode não perceber isso e publicar o texto mesmo assim. Que mico!

Portanto lembre-se: dúvidas, sempre à parte.

Milady Carol disse...

Minha nossa, isso não é mico, é King Kong!